****MÁXIMA CONFIANÇA****

Search

Go to content

CERCA ELÉTRICA

SERVIÇOS > INFORMÁTICA > PROTEÇÃO PERIMETRICA

Dentre os equipamentos para segurança, talvez a Cerca Eletrificada (comumente chamado de :Cerca elétrica) é o mais conhecido.Estes equipamentos geram alta tensão que pode chegar a 10.000 Volts, mas com baixa amperagem. Tenha em mente o seguinte: o que mata, não é a voltagem, e sim a Amperagem.

Trabalhamos com equipamentos homologados, seguindo normas internacionais como :
A
Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que é o órgão responsável pela normatização técnica no Brasil, fornecendo a base necessária ao desenvolvimento tecnológico brasileiro. E a Comissão Internacional de Eletrotécnica (International Eletrotechnical Commission -IEC) criada em1906 em Londres na Inglaterra, sendo a pioneira em padronização internacional.


Se você está pensando em colocar uma cerca eletrificada em sua residência, ou empresa atente para alguns itens de extrema importância. Caso contrario você pode ser vítima de oportunistas que aproveitado-se da crise em nossa segurança pulblica,irá lhe vender equipamentos que ao invés de lhe oferecer segurança, colocará em risco o seu patrimônio maior: a sua vida e de seus familiares.

A central de choque deve ser homologada, fabricada industrialmente obedecendo as normas acima citadas. A centrais de choque que prometem 10.000 volts, mas não chegam a 1.000. volts ,sendo a sua fabricação totalmente "caseira".

A cerca eletrica deverá ter placas de sinalização, em local visivel.

Os cabos de alta tensão devem suportar uma garga nominal superior a tensão fornecida pela central de choque.

As hastes devem ser
em alumínio perfil barra chata,e nos cantos perfil barra chato tipo "L"; por serem mais difíceis de serem amassadas na tentativa de intrusão. As hastes perfil "M" e perfil "U", são facilmente amassadas /quebradas e torcidas (você pode até fazer um "parafuso" das mesmas.).Já as hastes feitas em plásticos, trazem a ilusão de por serem plásticas tem melhor isolação mas lembre-se: não é todo plástico que pode suportar tensões que variam de 8.000 a 10.000 volts.

Os isoladores devem sem de polipropileno com proteção
UV (ultra violeta -raios solares), não confeccionados em material reciclado, Nem tampouco de Porcelana ( os isoladores de porcelana, são usados por companhias de eletricidade que trabalham com baixas voltagens, e alta Amperagem) pois diante de altas voltagens (8.000 a 12.000 Volts usadas nas centrais de choque) os mesmos apresentam fugas, provocando centelhas e conseqüentemente alarmes falsos e/ou choques para os usuários da cerca. podem ser parafusados ou já virem com o próprio parafuso injetado no mesmo.

O fio deverá ser em aço inox com bitola 0,45 mm, pois fios mais grossos por serem mais resistentes, não quebram facilmente; e uma das finalidades do fio que leva a alta tensão é romper (quebrar) na mínima tentativa de se ultrapassar a cerca (amassando a mesma, ou mesmo empurrando-a com um pedaço de madeira).

Um item que muitas pessoas não dão o valor devido é a sirene. É comum vermos instalações a onde foi instalado somente
UMA sirene, muitas vezes sob alegação de economia para o cliente.O que o cliente não percebe é que o custo de uma sirene é insignificante diante do que está em jogo: A sua segurança. Se você tem apenas uma sirene, e esta vier a queimar; como você ou os vizinhos notaram qua a cerca disparou?
Já com duas sirenes, a probabilidade das duas queimarem ao mesmo tempo é praticamente nula.

E por fim, temos um componente que não fica aos olhos do cliente. Trata-se há haste de aterramento. A empresas/instaladores que para economizarem cortam a haste no meio. A central de choque, salvo os alguns modelos que vem com um terra eletrônico; necessitam de aterramento, sob risco do seu equipamento não funcionar adequadamente, ou mesmo queimar. Na instalação o técnico deverá testa o aterramento antes de ligar a central de choque, e se o aterramento não estiver dentro do parâmetros técnico, o mesmo deverá ser refeito (inclusão de quantas hastes forem necessárias ou uso de carvão e sal grosso).


SUPER CERCAS

A cerca elétrica como já foi explicado;deverá usar um fio em aço inox (que na verdade não é 100% puro, pois se assim o fosse, seria impossível trabalhar com o mesmo)fino, bitola 0,45 mm. Sendo a finalidade principal romper na menor tentativa de invasão.conseqüentemente, gerando manutenção corretiva e/ ou preventiva ( em lugares de muita ventania, como por exemplo a praia; se faz necessário o re-aperto dos fios que por ventura venham a perder a rigidez devido a forte ventania na área litorânea.)

Devido a esses fatores foi inventado a
Super Cerca, que consiste em hastes reforçadas, e o fio usado é na verdade "arame Nº16 Galvanizado".Diante dessas características Reforçadas, a quebra dos fios fica mais dificio,sendo indicada para pessoas que não querem ficar fazendo manutenção na mesma.Pode conter 4 ou seis fios.

Há vários modelos ,das mais variadas marcas.Mas o mais importante é :

Back to content | Back to main menu